segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Quo vadis Jesualdo?

Na sua segunda passagem por Braga, Jesualdo decidiu ser inventor...
Não se entende a tolerância de certos adeptos do Sporting de Braga perante o insuficiente desempenho da equipa de futebol durante a presente época futebolística. (Que sugerem? Que batamos palmas a exibições fracas e fiquemos impassivos perante as más decisões técnias???) Estamos a fazer o pior arranque do século, a que se acrescenta uma queda no play-off da Liga Europa contra uma equipa muito mais modesta que o Braga.
Circula entretanto uma petição a pedir a saída do treinador, que penso que se justifica plenamente. Jesualdo Ferreira tem demonstrado não estar à altura do actual contexto desportivo do Braga. Não é uma questão de competência, mas uma questão de oportunidade.
É fácil atirar as culpas aos jogadores ou aos dirigentes, mas quem é que coloca os jogadores em campo e define a táctica? Quem é que teima em colocar no onze jogadores sem rendimento de uma forma insistente e incoerente? Quem é que foi soberano na construção do plantel e nas opções das dispensas? Quem é que decide colocar jogadores fora das suas posições naturais ou tentar compatibilizar jogadores com as mesmas funções dentro de campo? Porque é que, mesmo nas vitórias obtidas, o rendimento foi confrangedor?

A quem encontrar outro responsável que não o treinador, agradeço que deixe comentário!
Depois do pesadelo Peseiro, só faltava o Jesualdo decidir borrar a pintura... Até pode ser que atine e possa obter sucesso, desde que deixe de inventar posições novas e deixe de ter afilhados dentro do plantel. Há uma evidente responsabilidade do treinador nesta crise de resultados.

2 comentários:

  1. Rui, sigo este blog há já algum tempo. Acho que se está a falar em demasia com o coração. Saindo Jesualdo qual a alternativa, minimamente viável? O Marco Silva do Estoril será complicadissimo, o Rui Vitória do Vitória o mesmo, quem é que poderá substituir Jesualdo, tornando-se de facto uma mais valia? Será esta a melhor altura para experiencias? Talvez não seja. Não estou a defender o Jesualdo, mas acho que algumas das premissas que enumeraste não estão corretas. Duvido muito que tenha sido Jesualdo a fechar o plantel. É ele de facto que treina os elementos e os coloca em campo, mas o plantel não deverá ser da sua responsabilidade. Adicionalmente este plantel é demasiado banal para aquilo que estavamos habituados nos ultimos anos. A defesa roça a banalidade, à cabeça com NAC e Baiano. Santos e Dabo tem muita entrega, mas não são ainda jogadores para aquilo que os adeptos do Braga se foram habituando. Já nem falo de Joãozinho, já que este fica a anos luz do mal amado Elderson. Do meio campo para a frente a equipa tem qualidade suficiente para fazer um bom campeonato, mas não para lutar pelo 3º lugar. Acho que é necessário dar tranquilidade a esta equipa, a este plantel, já que só assim poderemos minimizar os estragos causados pelos ultimos maus resultados.

    ResponderEliminar
  2. Não serei tão radical, mas admito algumas das considerações aqui efectuadas. Quanto à tolerância em relação a Jesualdo que não teve Peseiro, acho que tem a ver com o passado dele no clube.

    ResponderEliminar