quarta-feira, 6 de março de 2013

"Uma questão de Confiança" - o futuro

Tal como ficara acertado aquando da realização de um debate no passado dia 16 de janeiro, a recuperação para fins culturais da antiga Saboaria e Perfumaria Confiança vai dar o mote para mais um debate público realizado pela associação Braga +. Esta iniciativa, realizada em conjunto com a JovemCooperante Natureza e Cultura, vai decorrer hoje, a partir das 21h15, no auditório da escola de música do Mercado Cultural do Carandá.
Os intervenientes convidados para este debate são o vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Vítor Sousa; Ricardo Rio, líder da coligação Juntos por Braga; Carlos Neves, vice-presidente da CCDR-Norte; Miguel Bandeira, representando a Universidade do Minho; e os vencedores do concurso de ideias, dos quais três já confirmaram a presença.
O debate, novamente intitulado “Uma questão de Confiança”, vai estar aberto à participação de todos os cidadãos interessados em discutir esta temática. No local do debate vão poder ser consultadas as 84 propostas que concorreram ao concurso de ideias realizado pela autarquia, após o início do processo de aquisição do último exemplar das históricas indústrias bracarenses.
Recorde‐se que a intenção da Câmara Municipal é a instalação de valências culturais, que permitam a regeneração da zona envolvente e a preservação da memória indústrial de Braga.
Este é mais um debate que pretende discutir a cidade e fazer propostas concretas a quem tem o poder de decidir. Por isso mesmo, as ideias abordadas nesta iniciativa vão ser reencaminhadas para os partidos com assento na Assembleia Municipal de Braga.
A Perfumaria e Saboaria Confiança foi fundada a 12 de Outubro de 1894, tendo-se tornado num caso de notório sucesso entre os empreendimentos industriais da cidade de Braga ao longo do século XX. Após o desaparecimento das grandes fábricas de chapéus, o imóvel da Confiança tornou-se no último exemplar do património industrial da cidade de Braga.

Sem comentários:

Enviar um comentário