quarta-feira, 20 de março de 2013

Um campeonato que é caso de polícia

O benfiquista Duarte Gomes expulsou injustamente Paulo Vinicius antes do Braga receber o seu clube
Haas foi expulso no Braga-Benfica, numa altura em que a equipa da casa procurava o empate
 O Benfica, clube de Lisboa, reagiu às imagens das agressões que os seus adeptos protagonizaram no estádio Axa, na recente meia-final da Taça da Liga. Num comunicado que, surpreendentemente, não teve quase réplica nos órgãos de comunicação social, o clube de Lisboa em vez de repudiar com veemência os actos dos seus cândidos adeptos, resolve atacar o Braga e desviar o assunto para os casos que recentemente sucederam envolvendo adeptos braguistas.
As imagens -bastante esclarecedoras - podem dar origem a jogos à porta fechada para o clube da Luz, todavia, e sabendo nós como funciona o futebol português, não deve dar em nada.
A hipocrisia do comunicado é tal, que este clube ataca a televisão que llhes deu o título em 2009/2010, através da divulgação de imagens do túnel de Braga, que deu origem a um castigo inédito no futebol português (abram alas ao Benfica!).
Talvez, este clube de Lisboa prefira que as televisões explorem as suspensões e expulsões dos jogadores dos clubes adversários nas vésperas de defrontarem o "grande" Benfica. O Rio Ave ficou sem dois esta jornada... Ou então que as televisões explorem qual é a equipa com mais penaltis marcados a favor e aquela que - de longe! - favoreceu de constantes vantagens numéricas durante os respectivos jogos. Naturalmente que ganhar e golear contra 10 ou 9 é muito mais fácil que jogar contra 11!
Registe-se ainda a rapidez do Conselho de Justiça da federação em penalizar o Vitória de Guimarães com um jogo à porta fechada devido ao lançamento de petardos. Demorou dois dias apenas! Nos recentes jogos do Sporting de Braga em casa com o Vitória e com o Benfica, os adeptos visitantes fartaram-se de fazer estourar petardos, inclusive na direção dos adeptos bracarenses e não há notícia de qualquer castigo.
Este campeonato é um verdadeiro caso de polícia e merecia ser investigado. Tal como em 2009/2010, o circo está montado e talvez o clube em causa nem precisasse disto para ganhar a competição... Depois de tudo o que se tem passado, ficará sempre semeada a dúvida!

1 comentário:

  1. Rui,

    Tem certeza que este post reflecte mesmo aquilo que pensa?

    Pedro

    ResponderEliminar