sexta-feira, 1 de março de 2013

Minho Maior: regenerar a sério em Ponte de Lima


A Câmara Municipal de Ponte de Lima vai comparticipar o arrendamento de casa a jovens que se queiram instalar do centro histórico, suportando até 40% dessas despesas mensais.
Esta iniciativa, que se insere no projecto "Centro com Vida", visa uma comparticipação no pagamento das rendas, em função da tipologia da casa, do agregado familiar e dos seus rendimentos.

Ora aqui está uma excelente medida para regenerar efectivamente um centro urbano, e utilizar devidamente os fundos alcançados para esse efeito. Quem quer regenerar um centro histórico, não coloca as taxas máximas para os comerciantes, nem aumenta 150% o valor do estacionamento pago, muito menos coloca parcómetros em ruas residenciais...
Esta medida, vinda de um município de pequena escala, como é Ponte de Lima, não deixa de se constituir como um exemplo para municípios de maiores dimensões e orçamentos, que dizem querer regenerar, mas tomam medidas em sentido contrário.

A Câmara de Ponte de Lima vai comparticipar o arrendamento de casa a jovens que se queiram instalar do centro histórico, suportando até 40% dessas despesas mensais, disse o autarca local.

"Trata-se de um apoio direto, uma comparticipação no pagamento das rendas, em função da tipologia da casa, do agregado familiar e dos seus rendimentos", explicou Victor Mendes.
- See more at: http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana+do+Castelo&Concelho=Ponte+de+Lima&Option=Interior&content_id=3075220#sthash.npgsQxAr.dpuf
A Câmara de Ponte de Lima vai comparticipar o arrendamento de casa a jovens que se queiram instalar do centro histórico, suportando até 40% dessas despesas mensais, disse o autarca local.
"Trata-se de um apoio direto, uma comparticipação no pagamento das rendas, em função da tipologia da casa, do agregado familiar e dos seus rendimentos", explicou Victor Mendes.
A Câmara de Ponte de Lima vai comparticipar o arrendamento de casa a jovens que se queiram instalar do centro histórico, suportando até 40% dessas despesas mensais, disse o autarca local.

"Trata-se de um apoio direto, uma comparticipação no pagamento das rendas, em função da tipologia da casa, do agregado familiar e dos seus rendimentos", explicou Victor Mendes.
- See more at: http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana+do+Castelo&Concelho=Ponte+de+Lima&Option=Interior&content_id=3075220#sthash.npgsQxAr.dpuf
A Câmara de Ponte de Lima vai comparticipar o arrendamento de casa a jovens que se queiram instalar do centro histórico, suportando até 40% dessas despesas mensais, disse o autarca local.

"Trata-se de um apoio direto, uma comparticipação no pagamento das rendas, em função da tipologia da casa, do agregado familiar e dos seus rendimentos", explicou Victor Mendes.
- See more at: http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana+do+Castelo&Concelho=Ponte+de+Lima&Option=Interior&content_id=3075220#sthash.npgsQxAr.dpuf

Sem comentários:

Enviar um comentário