sexta-feira, 8 de março de 2013

À terceira será de vez?

Ainda não passaram quarenta dias sobre a polémica do aumento da área de parcómetros e já vamos para o terceiro Edital que a Câmara Municipal elabora sobre este assunto. À terceira será de vez?
De manhã Ricardo Rio veio a público exigir a revogação do famoso Edital e, à tarde, Mesquita Machado apressava-se a fazer um novo edital, onde são actualizadas as artérias com parqueamento pago e no qual são revogados todos os editais elaborados anteriormente. O que estranha neste assunto é ter sido necessário elaborar três editais para resolver definitivamente as polémicas em torno deste assunto. Naturalmente que as notícias veiculadas pelo sempre atento Diário do Minho, e as consequentes reacções de diversos sectores da sociedade civil, funcionaram como pressão para que este assunto tivesse estes desenvolvimentos. Uma prova de que, por um lado, a democracia ainda funciona e os cidadãos têm um poder notável sempre que resolvem unir-se por causas comunitárias, e de que efectivamente - e ao contrário do que se pretendeu fazer passar - o Edital de 2003, que previa a instalação de parcómetros em mais de 90 ruas, ainda estava plenamente em vigor...

Ao fim de 37 anos de gestão autárquica ainda é possível justificar estes lapsos dos serviços camarários?

Sem comentários:

Enviar um comentário