sexta-feira, 29 de março de 2013

A Capela dos Coimbras

Por estes dias, Quinta e Sexta-Feira Santa, os bracarenses têm a oportunidade única de entrarem na capela dos Coimbras, belíssimo exemplar tardo-gótico de Braga. Construída no primeiro quartel do século XVI, numa altura em que a cidade era governada pelo grande Arcebispo D. Diogo de Sousa, é obra dos artistas biscainhos, os mesmos responsáveis pela cabeceira e capela-mor da Catedral.
A abóbada de nervuras, e o conjunto esculpido do sepultamento de Jesus, são impressionantes.
A capela é dedicada a Nossa Senhora da Conceição, razão pela qual também é aberta ao público no dia 8 de dezembro.

Esta noite, durante a procissão, vai estar aberta. Para quem ainda não a conseguiu admirar...

(Ler também em www.ocio.oof.pt)

4 comentários:

  1. Por causa do altar retratado na imagem, é (era) também conhecida como Capela do Senhor Morto.

    ResponderEliminar
  2. Alguém sabe quem é que representa a imagem de um cavaleiro em pedra-ançã que está no interior da capela?

    ResponderEliminar
  3. Está lá também uma imagem do Santo António, a fazer lembrar a antiga adjacente capela dos Esquecidos. Parece de qualidade mas está muito maltratada.

    ResponderEliminar
  4. Afinal, parece que a tal imagem na mísula lateral poente pretende figurar um centurião; o que significa que faz parte integrante do grupo escultórico da Deposição.
    E isto quer dizer que só se pode entender completamente o quadro se ele for visto a partir daquela que seria a entrada original, e mesmo a alguma distância. Infelizmente, o vidro fosco lá colocado veio impossibilitar essa perspectiva...

    ResponderEliminar